MGTOWN: O que pensam sobre

Espaço destinado a conversar sobre tudo.

Regras do fórum
Responder

Resumo dos Test Drives

FILTRAR: Neutros: 0 Positivos: 0 Negativos: 0 Pisada na Bola: 0 Lista por Data Lista por Faixa de Preço
Faixa de Preço:R$ 0
Anal:Sim 0Não 108
Oral Sem:Sim 0Não 108
Beija:Sim 0Não 108
OBS: Informação baseada nos relatos dos usuários do fórum. Não há garantia nenhuma que as informações sejam corretas ou verdadeiras.
Mensagem
Autor
oGuto
Forista
Forista
Mensagens: 2045
Registrado em: 08 Mai 2009, 02:32
---
Quantidade de TD's: 5
Ver TD's

Re: MGTOWN: O que pensam sobre

#91 Mensagem por oGuto » 02 Out 2019, 17:30

Daí se vê que o que diferencia um miguitaun de um inceu é a dose de tarja preta que o sujeito toma.

Avatar do usuário
Rodrigão
Forista
Forista
Mensagens: 3886
Registrado em: 12 Jun 2004, 13:40
---
Quantidade de TD's: 80
Ver TD's

Re: MGTOWN: O que pensam sobre

#92 Mensagem por Rodrigão » 04 Out 2019, 15:03

esse caso:

https://noticias.uol.com.br/internacion ... -notar.htm


acho que ta mais para um INCEL.

Rodrigão.

Avatar do usuário
D K
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 8712
Registrado em: 07 Ago 2006, 09:47
---
Quantidade de TD's: 299
Ver TD's

Re: MGTOWN: O que pensam sobre

#93 Mensagem por D K » 04 Out 2019, 15:22


Fodedor Municipal
Forista
Forista
Mensagens: 3917
Registrado em: 25 Jan 2007, 02:17
---
Quantidade de TD's: 138
Ver TD's

Re: MGTOWN: O que pensam sobre

#94 Mensagem por Fodedor Municipal » 09 Out 2019, 20:18

D K escreveu:
04 Out 2019, 15:22
acho que é mais pra isso :

https://exame.abril.com.br/tecnologia/h ... ptomoedas/
Morreu com o cachorro... Acho que era chegado em uma zoofilia então :roll:

Avatar do usuário
krieg_1184
Forista
Forista
Mensagens: 112
Registrado em: 07 Fev 2018, 18:42
---
Quantidade de TD's: 8
Ver TD's

Re: MGTOWN: O que pensam sobre

#95 Mensagem por krieg_1184 » 09 Out 2019, 23:44

Rodrigão escreveu:
04 Out 2019, 15:03
esse caso:

https://noticias.uol.com.br/internacion ... -notar.htm


acho que ta mais para um INCEL.

Rodrigão.
Coitado dele e do cachorro. No Japão esses casos da pessoa morrer e o corpo ficar por anos esquecido é bastante comum.

Diz no texto que a aposentadoria ficou caindo na conta dele por 8 anos, bem capaz que agora apareça um parente querendo o dinheiro.

Avatar do usuário
Rodrigão
Forista
Forista
Mensagens: 3886
Registrado em: 12 Jun 2004, 13:40
---
Quantidade de TD's: 80
Ver TD's

Re: MGTOWN: O que pensam sobre

#96 Mensagem por Rodrigão » 10 Out 2019, 10:24

krieg_1184 escreveu:
09 Out 2019, 23:44
Rodrigão escreveu:
04 Out 2019, 15:03
esse caso:

https://noticias.uol.com.br/internacion ... -notar.htm


acho que ta mais para um INCEL.

Rodrigão.
Coitado dele e do cachorro. No Japão esses casos da pessoa morrer e o corpo ficar por anos esquecido é bastante comum.

Diz no texto que a aposentadoria ficou caindo na conta dele por 8 anos, bem capaz que agora apareça um parente querendo o dinheiro.
FODA.

isso demostra que esse comportamento das pessoas...
MGTOWN , INCEL o que for...isso sempre existiu...e agora apenas rotularam com um nome...


e isso demostra também que os sistemas... sempre falham....como por exemplo a aposentadoria do cara poderia cair tanto anos...sem nenhuma validação de vida
como no predio do cara ninguem ver o cara a tanto tempo e ninguem acha estranho, imagina o tanto de correpondecia que deve ter chegado nesse tempo todo...

Rodrigão.

Avatar do usuário
O Tradutor
Forista
Forista
Mensagens: 3342
Registrado em: 05 Out 2009, 02:59
---
Quantidade de TD's: 246
Ver TD's

Re: MGTOWN: O que pensam sobre

#97 Mensagem por O Tradutor » 10 Out 2019, 14:38

Cada vez surgem mais coisas.....tava no YouTube e vendo videos videos de novinhas.....dessa geração nova ia....que porra e GAROTA VSCO? Garota tumbrl ?

Fodedor Municipal
Forista
Forista
Mensagens: 3917
Registrado em: 25 Jan 2007, 02:17
---
Quantidade de TD's: 138
Ver TD's

Re: MGTOWN: O que pensam sobre

#98 Mensagem por Fodedor Municipal » 10 Out 2019, 18:08

O Tradutor escreveu:
10 Out 2019, 14:38
Cada vez surgem mais coisas.....tava no YouTube e vendo videos videos de novinhas.....dessa geração nova ia....que porra e GAROTA VSCO? Garota tumbrl ?
VSCO Girls: "basicamente a garota mais basic que você pode encontrar". Vale explicar que ser chamada de basic (básica, em português), ao menos nos Estados Unidos, era um insulto equivalente a ser chamada de "sem graça" no Brasil. Com a onda das meninas VSCO, porém, o estilo ganhou uma nova conotação — e novos acessórios também. Resumindo: garotas sem graça, que não usam maquiagem, usam as mesmas roupas e tem os mesmos costumes.

Mais uma bobagem originária das redes sociais...

florestal
Forista
Forista
Mensagens: 3305
Registrado em: 08 Ago 2004, 09:15
---
Quantidade de TD's: 127
Ver TD's

Re: MGTOWN: O que pensam sobre

#99 Mensagem por florestal » 21 Out 2019, 21:05

.
.
.
Hoje, lendo a FSP pude ler esse artigo e até pensei que ele veio por aqui procurar inspiração para escrever algo.
.
MGTOW
.
.

Avatar do usuário
Mansfield Smith
Forista
Forista
Mensagens: 244
Registrado em: 27 Abr 2016, 19:48
---
Quantidade de TD's: 9
Ver TD's

Re: MGTOWN: O que pensam sobre

#100 Mensagem por Mansfield Smith » 21 Out 2019, 21:44

Luiz Felipe Pondé escreveu:
‘Não engravido mais ninguém. Depois ela leva meu filho embora e sobram só as contas’

por Luiz Felipe Pondé [21/10/2019] [00:01]

Se as mulheres decidiram que não precisam socialmente e afetivamente dos homens, esses homens respondem: nós tampouco precisamos de vocês. O ressentimento venceu em ambos os sexos| Foto: Imagem de Free-Photos por Pixabay

Nietzsche, no século 19, fez a crítica do ressentimento. A pergunta capital hoje é: sua crítica estaria perdendo força à medida que o ressentimento passa de afeto reativo a ativo? O ressentido (ou ressentida, para contemplar os idiotas de gênero) saiu do armário e disse: afinal, qual o problema com o ressentimento?

Uma das fronteiras de todo comportamento é ver em si mesmo alguma forma de racionalidade. Quando uma forma de comportamento acha sua racionalidade, teria atingindo sua maioridade (Kant, no século 18, não pensaria diferente essa relação entre racionalidade e maioridade).

O ressentimento está atravessando essa fronteira. Na política já o fez: que se danem os outros que não pensam como eu, o mundo é meu ou o outro me destrói –este é o credo da polarização, ainda que inconfesso.

Para Nietzsche, o ressentido era alguém medíocre, covarde, irrelevante, que se autoflagelava com suas próprias misérias, incapaz de lidar com a indiferença do universo, do mundo e dos outros. Quem é o ressentido emancipado agora? São muitos, mas vejamos hoje o caso dos homens.

Sendo o ressentimento um afeto, é no terreno dos afetos que ele faz seu maior estrago. Os homens passaram à ação: "Men going their own way" (homens que seguem seus próprios caminhos), a forma longa de M.G.T.O.W. O livro da pesquisadora Helen Smith, "Men on Strike" (homens em greve), de 2013, é a Bíblia desses homens que decidiram, racionalmente, recusar a norma social imposta a eles pela sociedade atual.

Gostou da frase "norma imposta a eles pela sociedade"? Sei. Parece frase de feminista. Mas é para parecer mesmo. O M.G.T.O.W. é uma resposta a certos desdobramentos do feminismo no campo do comportamento em geral: amor, sexo, casamento, vida em família.

A racionalidade do comportamento desses homens, descrita por Helen Smith, é que o papel social que cabe ao homem heterossexual no mundo contemporâneo não mais vale a pena o investimento.

O homem heterossexual é apresentado nas mídias, na arte em geral, no poder público, nas escolas, nas faculdades e nas ciências humanas, como um idiota, assassino de mulheres, ogro, estúpido, infantil, ou, na melhor das hipóteses, um tarado insensível.

No mínimo, ele se tornará o idiota escravo que quer satisfazer inutilmente sua mulher. Tolstói, no seu maravilhoso conto "A morte de Ivan Ilitch", teria sido um profeta desse homem idiota em buscar, sem sucesso, satisfazer o infinito tédio feminino.

Qualquer pessoa minimamente familiarizada com a crítica nietzschiana, veria nessa recusa masculina traços marcantes do ressentimento, no caso, em relação à emancipação feminina.

O homem sempre teve medo da mulher — e Ivan Ilitch é uma vítima deste medo.

A mulher emancipada continuou a fazer as velhas demandas femininas (sucesso profissional do homem, sexo eficaz, joias, vida cheia de eventos, filhos), mas a contrapartida masculina desapareceu. Qual contrapartida?

O homem devia ser corajoso, trabalhador, bom pai, seguro. Trata-se aqui das virtudes normativas do comportamento do bom homem ("the family guy", como se diz em inglês, "o homem de família").

Em troca, ele era respeitado pelos filhos e pela mulher como aquele que dedica sua saúde, seus melhores anos de vida e suas habilidades de sobrevivência à família. A destruição sistemática desse homem aconteceu na medida em que toda a cultura escolheu representar o homem através dos seus piores espécimes. Aqui se dá o encontro entre o ressentimento e a racionalidade daqueles que se identificam com o M.G.T.O.W: "se é assim que me veem, estou fora do jogo".

"Não engravido mais ninguém, porque depois ela leva meu filho embora e para mim sobram só as contas." A liberação sexual tornou o sexo muito mais acessível e barato pois ela divide as contas.

Sites de relacionamento oferecem mulheres loucas para transar de várias idades e perfis. Se as mulheres decidiram que não precisam socialmente e afetivamente dos homens, esses homens respondem: nós tampouco precisamos de vocês. O ressentimento venceu em ambos os sexos.

Responder

Voltar para “Assuntos Gerais - OFF Topic - Temas variados”